É instituição financeira privada que tem como objetivo básico a realização de financiamento para a aquisição de bens e serviços, e para capital de giro. Deve ser constituída sob a forma de sociedade anônima e na sua denominação social constar a expressão "crédito, financiamento e investimento" (ver a Portaria 309/59, do Ministério da Fazenda).



Entidade dotada de personalidade jurídica de direito privado, criada por lei para o exercício de atividade econômica, sob a forma de sociedade anônima, cujas ações com direito a voto pertençam em sua maioria ao Poder Público.



É instituição habilitada à prática das atividades que lhe são atribuídas pelas Leis 4.728, de 14/07/65 (disciplina o mercado de capitais), e 6.385, de 07/12/76 (dispõe sobre o mercado de valores mobiliários), e regulamentação aplicável. Tem por objetivos, dentre outros: comprar, vender e distribuir títulos e valores mobiliários, e operar em bolsas de mercadorias e de futuros. Distingue-se da sociedade corretora de títulos e valores mobiliários por não ter acesso às bolsas de valores. Deve ser constituída sob a forma de sociedade anônima ou por quotas de responsabilidade limitada, devendo constar na sua denominação social a expressão "distribuidora de títulos e valores mobiliários" (ver as Resoluções 1120/86 e 1653/89).



Órgão responsável pelo planejamento, coordenação e controle das atividades de orçamento no âmbito do Governo Federal



Diz-se uma moeda nacional que é submetida a flutuações imprevistas, tanto internamente quanto no mercado internacional.



Expressão que designa a não realização do ingresso dos valores em moeda estrangeira relativos a exportações brasileiras.



O Sistema de Pagamentos Brasileiro compreende as entidades, os sistemas e os procedimentos relacionados com a transferência de recursos financeiros e de outros ativos, ou com o processamento, a compensação e a liquidação de pagamentos em qualquer de suas formas.



Contas em moeda estrangeira destinadas a acolher os desembolsos de empréstimos ou créditos especiais concedidos por Organismos Financeiros Internacionais ou por Agências Governamentais Estrangeiras à Instituições da Administração Direta ou Indireta das áreas federal, estadual, municipal e do Distrito Federal.



Contas em moeda estrangeira destinadas a acolher os desembolsos de empréstimos ou créditos especiais concedidos por Organismos Financeiros Internacionais ou por Agências Governamentais Estrangeiras à Instituições da Administração Direta ou Indireta das áreas federal, estadual, municipal e do Distrito Federal.



Diferença entre o preço de compra e de venda de um título ou moeda. É, em última instância, o lucro da operação financeira. Também vale para as taxas de juros. Especifica o prêmio adicional que deve ser pago por um devedor em relação a uma taxa de referência. No caso de bônus globais, por exemplo, as condições de mercado determinam que o país X paga um spread de 4% (ou 400 basis points) acima da taxa referencial de prazo equivalente (Títulos do Tesouro norte americano, por exemplo). O spread varia de acordo com uma série de variáveis, sobretudo qualidade de crédito do emissor, condições de mercado, volume e liquidez da emissão ou empréstimo, prazo, etc. Para cálculo do spread, a taxa interna de retorno dos fluxos de um título é deduzida da taxa interna de retorno de um referencial. Representa a diferença entre as taxas de juros de aplicação e de captação, compreendendo o lucro e o risco relativos às operações de crédito.



Secretaria Da Receita Federal



Dinheiro que é constituído de um determinado produto com peso e pureza especificados, cujo valor, como mercadoria, se iguala seu preço como moeda.



Secretaria do Tesouro Nacional



Prêmio adicional pago por um título com colateral sobre uma taxa de referência, excluindo-se o colateral. Para cálculo do stripped spread, deduz-se do fluxo de caixa do título, o valor presente dos fluxos do colateral. O stripped spread é utilizado para comparar o spread de um papel colateralizado com o spread de um papel sem colateral. (Ver também Blended yield e Stripped spread). Stripped yield Rendimento sobre um determinado bônus, retirando-se as garantias nele embutidas.



Rendimento sobre um determinado bônus, retirando-se as garantias nele embutidas.



A partir da Lei Orçamentária de 1990, todos os projetos e atividades passam a ser desdobrados em subprojetos e sub-atividades, chamados genericamente de "subtítulos", abreviado por "SUBT".



É a descentralização interna de recursos financeiros vinculados ao orçamento, realizado pelos órgãos setoriais de programação financeira, para unidade gestora que faça parte da estrutura do órgão onde se encontram os órgãos setoriais de programação financeira. O sub-repasse é a movimentação interna de recursos financeiros destinados ao pagamento das despesas orçamentárias e normalmente acompanha a figura da "Provisão" de créditos.



Quando um custodiante (ex., um custodiante global) mantém valores mobiliários por meio de outro custodiante (ex., um custodiante local), este último é chamado de subcustodiante.



Instalações elétricas em que, por meio de transformadores, realizam - se as transferências de energia elétrica entre redes de tensões diferentes.



Reagrupamento de instituições/empresas pertencentes a um mesmo segmento que apresente comportamento homogêneo, relacionado com o porte, a origem do capital ou a participação em grupo econômico.