Obrigações de curto prazo emitidas pelas agências governamentais e supranacionais. Suas emissões têm vencimentos de até 1 ano, e são negociadas pelo desconto sobre o valor de face, como os treasury bills.



São os discursos de senadores encaminhados à Mesa para publicação no Diário do Senado Federal e inserção nos Anais, dispensando-se sua leitura em Plenário.



É feita em turno único de discussão e votação, inclusive a discussão de projeto de lei complementar. Excetua-se dessa regra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC), que é submetida a dois turnos de discussão: um de cinco e outro de três sessões.



Recusa de um sacado em aceitar um saque ou em pagá-lo quando vencido.



Soma do dinheiro em caixa, em contas correntes bancárias e em aplicações de liquidez imediata.



Dissolved gas significa um gás que, quando embalado sob pressão é dissolvido numa fase líquida solvente.



Cada uma das inscrições que constituem o texto da cédula ou da moeda metálica. Pode indicar o valor, o emissor, o fabricante, a data etc.



Despesas decorrentes da transferência a outras esferas de governo de receitas tributárias, de contribuições e de outras receitas vinculadas, prevista na Constituição ou em leis específicas, cuja competência de arrecadação é do órgão transferidor.



Sociedade distribuidora: Instituição auxiliar do Sistema Financeiro, que participa do sistema de intermediação de ações e outros títulos no mercado primário, colocando-se à venda para o público.



Custo de Distribuição.



Repartição e distribuição dos bens sociais aos diversos membros da sociedade, após o processo de liquidação.



Instituição auxiliar do Sistema Financeiro, que participa do sistema de intermediação de ações e outros títulos no mercado primário, colocando-se à venda para o público.



"Não devemos colocar todos os ovos numa mesma cesta". Este é o príncipio da diversificação da carteira. O administrador diversifica a carteira de investimentos para diminuir o risco, comprando uma variedade de papéis e títulos, de tal forma que o risco associado a cada um desses componentes individuais da carteira é atenuado pelo conjunto.



É o que se deve; geralmente se refere ao ativo, mais o termo pode cobrir outras obrigações. Em se tratando de ativos, dívida é a maneira de se usar um futuro poder de aquisição no presente antes de que uma soma tenha sido ganha.



Crédito público definido por lei ou decisão final proferida em processo regular, não extinto e não afetado por nenhuma causa de suspensão de exigibilidade, devidamente inscrito na repartição administrativa competente, depois de esgotado o prazo fixado para o pagamento. Somente os tributos diretos, sujeitos a lançamento prévio, constituem dívida ativa.



Componente da DLSP. Empréstimos e financiamentos feitos por instituições financeiras públicas e privadas ao setor público não financeiro.



Empréstimos e financiamentos feitos por instituições financeiras públicas e privadas ao setor público não financeiro



dívida bruta do governo geral abrange o total dos débitos de responsabilidade do Governo Federal, dos governos estaduais e dos governos municipais, junto ao setor privado, ao setor público financeiro, ao Banco Central e ao resto do mundo. Os débitos de responsabilidade das empresas estatais das três esferas de governo não são abrangidos pelo conceito. Os débitos são considerados pelos valores brutos, sendo as obrigações vinculadas à área externa convertidas para reais pela taxa de câmbio de final de período (compra). Os valores da dívida mobiliária do Governo Federal (que abrange dívidas securitizadas e carteira de títulos públicos federais no Banco Central), são calculados com base na posição de carteira, que não leva em consideração as operações compromissadas realizadas pelo Banco Central. São deduzidos da dívida bruta do Governo Federal os créditos representados por títulos públicos que se encontram em poder de seus órgãos da administração direta e indireta, de fundos públicos federais, dos estados e dos municípios, a saber: aplicações da previdência social em títulos públicos, aplicações do FAT e outros fundos em títulos públicos e aplicações dos estados em títulos públicos federais. Analogamente, são deduzidas da dívida dos governos estaduais e dos municipais, as parcelas correspondentes aos títulos em tesouraria.



Dívidas que terão que ser pagas em um prazo menor do que um ano. A expressão "curto prazo" é genérica, e pode ser usada para períodos que variam de um, dois meses, até um ano, dependendo da situação.



Dívidas que terão que ser pagas em um prazo superior a um ano. Longo prazo é uma expressão genérica e o período de tempo à qual se refere pode variar muito, dependendo da situação. Ex.: Dívidas de longo prazo de um país, pode significar prazos de cinco ou trinta anos.