Mercado imobiliário cearense cresce 65%

Fonte: InvestNE, publicado em 17 de Setembro de 2012


Nos ultimos anos o setor sofreu um superaquecimento e vem passando por inovações



 

Nos últimos anos, o mercado imobiliário cearense vem assistindo a grandes mudanças e inovações. Em 2010, o superaquecimento do setor fez o crédito imobiliário crescer 65%, de acordo com a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), e esses números colocaram o mercado em uma posição de vendas compulsórias tanto para  quem buscava sua moradia, quanto para pequenos e grandes investidores.

 

Apesar da estabilização pela qual o setor vem passando em 2011 e 2012, apontadas pela imprensa nacional e também em uma pesquisa especializada em imóveis da Datastore a grande expertise da vez tem sido inovar e investir em uma área, ainda pouco utilizada, mas de intensa  proporção, o comércio eletrônico.

 

Segundo pesquisas da E-bit, o comércio eletrônico movimentou R$ 18,7 bilhões em 2011, 26% a mais que em 2010. Nesses anos nove milhões de novos consumidores passaram a fazer compras online, somando 32 milhões de pessoas. Isso reflete o intenso retorno que é investir nessa plataforma de vendas.

 

Em complementação a esses dados, uma pesquisa da Cielo mostra que as expectativas do comércio eletrônico apontaram para movimentação de US$ 1 trilhão em 2012. Se o mercado caminha para uma estabilização, mas as vendas online crescem compulsoriamente essa nova plataforma de vendas se configura como a grande saída para intensificar as vendas imobiliárias.

 

Apesar dessa estabilização no mercado, os empresários do ramo se mantêm otimistas já que para eles esse momento gera oportunidades de inovar. Alguns empresários mais antenados já colocam um novo olhar no mercado e começam a investir em outras plataformas de vendas.

 

A empresa Alessandro Belchior Imóveis percebeu, nesse novo momento, uma oportunidade de potencializar novas formas de vender seu produto e começou a investir em e-commerce. A loja Virtual da empresa funciona  como as outras agências físicas e oferece todos os serviços imobiliários que facilitam a vida dos clientes, com praticamente tudo sendo resolvido via web. “As plataformas de atendimento digitais são hoje uma realidade.  A economia de tempo gerada para os clientes é muito grande, com todos os serviços sendo oferecidos via internet. O resultado de tudo isso é sim um incremento de locações e vendas de imóveis”, afirma Germano Belchior, diretor da empresa.

 

As perspectivas para essas novas plataformas são vistas em longo prazo já que não se pode parar de investir para ter resultados. De acordo com Germano Belchior o investimento é de longo prazo e a evolução é contínua. Como o conceito é de ter todas as facilidades da loja física na loja virtual não se pode parar de implementar em novos serviços. “O retorno é medido pelo volume de adesão a cada facilidade, e tem realmente sido extremamente satisfatório”, garante Germano.

 

Hoje, investir no comércio eletrônico se configura como uma forma criativa de implementar as vendas. O mundo on-line não pode mais ser dissociado do mundo real da compra e venda imobiliária. Mais da metade dos clientes, hoje, se originam a partir de pesquisas feitas na internet em sites de busca, portais, ou diretamente nos sites das imobiliárias e construtoras. A empresa que atuar no mercado imobiliário e não estiver preparada com uma plataforma tecnológica de interface amigável ao cliente, ficará de fora deste jogo.