Produção industrial recuou em setembro, aponta CNI

Fonte: InvestNE, publicado em 23 de Outubro de 2012


Diante desta situação, o otimismo dos empresários para os próximos seis meses caiu

 

A produção industrial do mês de setembro recuou para 47,1 pontos, em comparação com agosto, quando marcou 54,7 pontos, segundo dados da Sondagem Industrial, revelados nesta terça-feira (23) pela CNI (Confederação Nacional da Indústria).

 

Neste caso, os resultados variam de zero a 100 e valores acima de 50 pontos indicam aumento da atividade, do emprego, acúmulo de estoques indesejados e UCI acima do usual. Segundo a CNI, o baixo crescimento não estimula o aumento do emprego. No período, o indicador de evolução no número de empregados ficou em 49,6 pontos. O indicador de UCI efetiva em relação ao usual teve alta de um ponto frente a junho, situando-se em 43,8 pontos em setembro.

 

Os estoques de produtos finais ficou estável em setembro. O indicador de estoques efetivo em relação ao planejado situou-se em 50,0 pontos, quase repetindo o resultado apurado em agosto (50,1 pontos).


Cenário

Diante desta situação, o otimismo dos empresários para os próximos seis meses caiu. Em setembro, o indicador de expectativa quanto o aumento de demanda ficou em 59,2 pontos, similar ao de agosto. O indicador apontou queda de 2,3 pontos, o menor valor desde janeiro deste ano.

 

Entretanto, as expectativas quanto à quantidade exportada permanecem positivas, mas em outubro o otimismo é menor. O indicador passou de 52,4 pontos em agosto para 51,3 pontos em setembro.

 

Informações da Infomoney